BUSCA NO BLOG

Carregando...

terça-feira, 3 de julho de 2012

Autorizada da Samsung: de Top Quality, não tem nada

Reprodução
Dias atrás, contei a dificuldade que estava tendo com a assistência técnica da Samsung para conseguir consertar meu Omnia SGH-I900L.
O celular deu entrada na autorizada em 25 de maio e, segundo o laudo, seria necessário trocar o touch screen e atualizar o software. Saldo: R$ 180,00.
Autorizei o conserto e ouvi que seriam de cinco a oito dias úteis para entrega. Mas, primeiro, não tinham a peça e seria necessário esperar. Depois, pediram a peça errada na fábrica e foi preciso pedir outra. Uma trapalhada só.
O call center da Samsung informou que há prazo de 30 dias corridos para retorno de aparelhos em conserto. Em 25 de junho, chequei a ordem de serviço online e o status dizia "pronto" e "manutenção finalizada". No dia seguinte, fui buscar o celular.
Depois de uma hora e meia esperando atendimento, fui informada de que o aparelho não seria liberado porque os técnicos não estavam conseguindo atualizar o software.
- Como assim? A informação online é de que a manutenção foi concluída.
- Pois é. Trocaram o touch. Só que o celular não está aceitando atualização do software - respondeu a pessoa e me dei conta de que havia dirigido 50 quilômetros até lá à toa.
Em 28 de junho, me telefonaram para dizer que o aparelho estava pronto para retirada. Eu não tinha como buscá-lo naquele dia. Fui ontem (dia 2 de julho). Veja bem: quatro dias depois. Quando chegou minha vez de ser atendida, vieram com muitos 'mas':
- Trocamos o touch do seu aparelho, mas não adiantou.
- Como não? Vocês me ligaram para informar que eu podia vir retirar...
- É... Mas, depois da ligação, o celular passou pelo controle de qualidade. Disseram que não estava funcionando direito e seria necessário trocar a placa principal.
- Mas vocês avisam o cliente que está pronto sem ter certeza? Eu dirigi 50 quilômetros até aqui para descobrir que não posso levar o aparelho porque não foi consertado?
- É que precisaríamos de autorização da senhora para o serviço.
- Por que não me ligaram?
- É que o técnico descobriu isso hoje de manhã. A placa custa R$ 340.
- Quanto??????
- R$ 340,00.
- Fora o touch screen?
- Sim, mas aí não cobraríamos o touch da senhora. O correto seria R$ 180 do touch mais os R$ 340 da placa. Mas a gente cobraria só a placa...
- Vocês estão de brincadeira? O aparelho está aqui desde 25 de maio, ou seja, há quase 40 dias e vocês não descobriram até agora como consertá-lo?
(silêncio)
- Quanto tempo leva para o reparo afinal?
- Preciso ver se temos a peça aqui. Senão, temos que pedir na fábrica e aí ver o prazo deles para envio...
- Olha, eu ouvi a mesma coisa há 40 dias, quando deixei meu aparelho aqui. Não vou esperar mais um mês porque não tem cabimento. É muito pouco caso de vocês. E mais: vou viajar. Se o celular apresentar algum problema nesse tempo, não estarei aqui para que vocês mesmos façam o reparo. Vou acabar perdendo a garantia do serviço e ter que pagar pra outra empresa. Não acho justo. Vou levá-lo do jeito que está. Não deixo o aparelho aqui nem mais um dia.

Nota da blogueira: ainda tive que pagar R$ 20 de 'hora técnica' porque não autorizei o serviço. Isso porque a autorizada se chama Top Quality. HAHAHA. Faça-me rir... Se não quiserem ter dor de cabeça, leitores de Campinas, fujam dessa assistência. Vou consertar o aparelho no Paquistão, vou jogar no lixo, qualquer coisa. Mas não quero saber de Samsung nunca mais na minha vida.

2 comentários:

  1. Dia 24 de setembro deixei uma televisão para conserto na TOP Quality (Assistência técnica da Samsung) em Campinas. Disseram que em alguns dias entrariam em contato para passar o orçamento. Hoje já é dia 28 de setembro 2012 (sexta). Liguei lá. O orçamento não está feito. Acho que eles nem abriram a TV.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois eh, Joao. Eles deviam mudar o nome da empresa.

      Excluir